Publicado por: Evaldo Oliveira | Agosto 26, 2016

MUROS DA POESIA

Pelas ruas de Areia Branca, cidade praiana do Rio Grande do Norte, sempre nos defrontamos com pichações horrorosas e rabiscos sem justa causa emporcalhando muros e paredes de residências e casas de comércio. São muros e paredes que recepcionam o pior de quem não se fez grafiteiro. São jovens trazendo em suas mãos irresponsáveis o spray e o pincel da estupidez.

De repente, versos brotaram nos mesmos muros pobres e mal cuidados, como arautos de bons tempos que estão por vir. Trazem consigo o cuidado do anonimato responsável e a aura poética da juventude de olho em um ponto futuro determinado por um planejamento estratégico ainda não formatado.

No contraponto, em Praga, capital da República Tcheca, alguns jovens poetas da cidade decidiram protestar contra o imobilismo cultural e a falta de liberdade, depois da morte de John Lennon, inserindo poemas em um muro até então inexpressivo, sendo hoje o Muro de Lennon a maior atração turística cultural de Praga.

Muro de Lennon, em Praga-Rep. Tcheca

Muro de Julieta, em Verona-ITMuro de Julieta, em Verona-IT

Muros de Areia Branca

IMG_2110

IMG_2119

IMG_2146

IMG_2147

IMG_2150

Mesmo com alguns escorregões no português, continua poesia

IMG_2151

 

IMG_2152

IMG_2153

A sutileza de um poema na aridez de um muro.

A cultura na terra do sal.

EvaldOOliveira

Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do RN

 


Responses

  1. Que bom q o olhar observador do.nosso escritor e poeta, Evaldo, captou, fotografou e nos presenteia com tudo isto q me faz mais orgulhosa ainda da terrinha onde nasci. Por sinal, encontramos, desta feita, uma AB bem mais limpa e iluminada q nos anos anteriores.
    Apesar dos “escorregões” do jovem autor, sua sensibilidade na poesia o faz ser perdoado. A perfeição vem com a prática.
    Obrigada, amigo! Um abraço.

  2. Nossa querida terra além de Médicos, Engenheiros, Cientistas, Padres, Freiras e outras profissões. Temos os Poetas Anônimos que escrevem em nossos muros que foram descobertos pelo nosso amigo Dr Evaldo. Obrigado amigo por mais esta belíssima crônica, Deus te abençoe.

  3. Amigo Evaldo. Maravilhosamente você escreve suas crônicas, fotografa poesias dos muros. Mas quero parabenizá-lo pelo acompanhamento que você faz dedilhando e encerrando com o cotovelo. Fantástico.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: