Publicado por: Evaldo Oliveira | Fevereiro 6, 2015

ESPARTA, O RAPTO DE HELENA, A GUERRA DE TROIA

Tróia era uma próspera cidade mercantil, razoavelmente rica, ponto de entrada para o Mar Negro. Hoje, Troia é um sítio arqueológico na Turquia, na província de Çanakkale, onde uma réplica do famoso cavalo nos recepciona e nos encanta.

Cavalo de Troia

Ocorrida no período entre 1300 a.C. e 1200 a.C., a Guerra de Troia foi um grande conflito bélico entre gregos e troianos, causado pelo rapto da princesa Helena, esposa do rei Menelau por Páris, filho do rei Príamo. Não confundir com Príapo, o filho de Afrodite que era conhecido pelo seu falo longo e ereto, de onde surgiu o termo médico priapismo, que corresponde a uma ereção persistente, geralmente dolorosa.

Páris, o príncipe troiano, fora a Esparta, em missão diplomática, e se apaixonou por Helena, considerada a mulher mais bonita do mundo então conhecido. Ao sair, Páris levou consigo a esposa do rei, deixando Menelau enfurecido. Mais de mil navios foram enviados para o ataque a Troia, liderados pelo general Agamenon.

Alexandre, o Grande, e Julio Cesar estiveram em Troia para visitar seu sitiamento, onde prestaram homenagem aos grandes heróis e absorveram parte de sua bravura, conforme narra Stephen Weir no livro As Piores Decisões da História, texto que serviu de mote para esta crônica. Frequentemente, presidentes dos Estados Unidos fazem visitas de surpresa a sítios de guerra.

Depois de dez anos de escaramuças, com grandes baixas em seu exército, os gregos fingiram ter desistido da guerra, embarcando em seus navios. Na praia, um enorme cavalo de madeira foi deixado aos inimigos, que o levaram para o interior da cidade, como símbolo da vitória. À noite, os soldados gregos escondidos na estrutura oca do cavalo saíram e abriram os portões para que o exército invadisse a cidade. Apanhados de surpresa, os troianos foram vencidos e a cidade incendiada. Desse modo, Menelau recuperou sua esposa, Helena, levando-a para Esparta.

Ao final, Troia foi destruída, e muitos troianos morreram pela vanglória de Páris. O retorno de Menelau à Grécia demorou outros dez anos. Menelau e Helena viveram juntos por muitos anos, até a morte daquele, em idade avançada. Depois da morte de Menelau, Helena foi exilada, e buscou refúgio em Rodes, onde foi enforcada pelas criadas, por ordem de Polixo.

Um rapto, uma guerra desumana, soldados vinte anos longe de suas famílias, milhares de vidas perdidas nos caminhos.

Aqui, um mix psiquiátrico composto de ira, inveja, luxúria e orgulho.

Uma ode à estupidez.


Responses

  1. Dr Evaldo . A Grecia a sua historia me facina. Quando jovem assisti o filme Helena de Troia. e no momento estou lendo o livro. So que como sempre , tenho que voltar as paginas ja lidas para poder entender melhor, porque os nomes sao dificeis para serem decorados, principalmente quando se chega a uma idade avancada. Mas e muito interessante a Historia da princesa Helena, principalmente porque sabemos que realmente aconteceu.
    Abracos.Dodora


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: